Quando consultar um cardiologista?

Sara Guerreiro // Fevereiro 18, 2020
Partilhar

A doença cardiovascular é a principal causa de morte em todo o mundo, representando cerca de 30% do total das mortes em Portugal. Aprender a reconhecer os sinais precocemente e consultar um especialista é fundamental para o diagnóstico e tratamento atempado.

Quais os sintomas que não deve ignorar?

. Dor no peito

A dor no peito que se associa à doença cardíaca caracteriza-se habitualmente por uma sensação de peso ou aperto que surge em situações de esforços, com o frio ou após um episódio de maior stress emocional.

Pode ainda estar associada a mal disposição, vómitos e suores, e surgir também noutras localizações como o braço, pescoço ou maxilar.

. Falta de ar / Cansaço

Apesar do cansaço ser uma queixa inespecífica que pode ser motivado por vários problemas e doenças, poderá também ser uma manifestação de que o seu coração não está a funcionar corretamente. Outros sintomas como pernas inchadas e falta de ar durante a noite podem revelar este problema.

. Batimentos cardíacos rápidos e/ou irregulares

São sintomas que podem revelar um problema do ritmo do seu coração – mais conhecido como ‘arritmia cardíaca’.

. Desmaios

O desmaio ou perda de consciência é uma queixa relativamente frequente que deve ser sempre ser avaliada pelo seu médico para exclusão de uma eventual causa cardíaca.

“Não tenho queixas. Será que preciso de ir ao Cardiologista?”

Numa fase inicial, as doenças do coração podem ser silenciosas. Porém, existem vários sinais de alerta que indicam um risco cardiovascular mais elevado, ou seja, maior possibilidade de vir a ter no futuro um ataque cardíaco ou um acidente vascular cerebral (AVC).

Sinais que deve ter em atenção para consultar um Cardiologista:

  • História familiar: Presença de história de doença cardíaca prematura na sua família;
  • Fatores de risco não controlados: Pressão arterial elevada, elevados níveis de colesterol, diabetes, tabaco e um estilo de vida sedentário são fatores de risco conhecidos para doença cardiovascular;
  • Por fim, se o seu médico de família o aconselhou a ser visto por um Cardiologista, não deve hesitar em ir à consulta.

Prevenir é sempre o melhor remédio

Uma vida sedentária está intimamente relacionada com um maior risco de obesidade, hipertensão arterial e doenças cardíacas. A instituição de um estilo de vida saudável como a prática regular de exercício físico, alterações na alimentação e perda de peso contribuem, em grande parte, para a prevenção destes problemas.

Dicas para uma vida saudável – Os 7 ‘mandamentos’:

  1. Não fumar – O tabaco é a principal causa prevenível de doença, incapacidade e morte nos países ocidentais. Existem, hoje em dia, várias opções eficazes para parar de fumar. Consulte o seu médico!
  2. Alimentação variada com baixa quantidade de gorduras saturadas e hidratos de carbono refinados (açúcares), prevalecendo os cereais integrais e rica em vegetais, fruta, peixe e frutos secos.
  3. Exercício físico regular É recomendado o mínimo de 30 minutos de exercício aeróbico de moderada intensidade 5x/semana (por exemplo: andar de bicicleta, caminhada em passo rápido ou natação…).
  4. Peso: Índice de massa corporal <25 kg/m2; Perímetro abdominal <94 cm (homens) e <80 cm (mulheres).
  5. Colesterol total <200mg/dl
  6. Pressão arterial <130/80 mmHg
  7. Glicémia (análise do açúcar no sangue) <100mg/dl

Ler mais

Social Media

Copyright © 2023 Simply Flow. Todos os direitos reservados.

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Aceitar Saber mais