Projeto SEMEAR, a esperança no futuro

Fátima Lopes // Julho 19, 2022
Partilhar
SEMEAR
SEMEAR

Sou uma grande admiradora do Projeto SEMEAR, que nasceu com o propósito maior de ensinar uma profissão a homens e mulheres portadores de deficiência, inseri-los no mercado de trabalho e ajudá-los a superar os seus obstáculos e dificuldades, construindo uma vida nova, mais plena e feliz.

Todas as pessoas com uma limitação, têm capacidade para desenvolver uma actividade. É preciso tempo, conhecimento, experiência e muito amor, para conseguir identificar o talento de cada uma. Uma vez conseguido, são precisos os mesmos ingredientes, para que essa pessoa consiga aprender e trabalhar na actividade identificada. 

A paciência e uma noção diferente de tempo são fundamentais para o sucesso deste trabalho.

Se calhar são precisos meses para que alguns destes homens e mulheres, aprendam coisas mínimas, como, por exemplo, colocar as compotas nos frascos de forma bem acondicionada, fazer um pequeno prato de barro, ou então distinguir as ervas daninhas das plantas semeadas. Isso pouco importa. 

O tempo na SEMEAR corre mais devagar e as pequenas conquistas, que tantas vezes não são vistas nem comemoradas por aqueles que não têm limitações, aqui não passam despercebidas e são motivo de celebração. 

A vida é vivida de uma forma diferente, não apenas pelos alunos, mas também pelos monitores e técnicos que com eles trabalham. Para que percebam a riqueza deste projeto, que todos devemos ajudar, aqui aprende-se:

  1. a arte da cerâmica, criando peças lindas e únicas, porque são feitas manualmente e registam os estados de espírito dos seus autores;
  2. actividades várias na cozinha. Todos os dias recebem alimentos diretamente dos campos agrícolas onde algumas destas pessoas trabalham, ou oferecidos por empresas, que querem que sejam reaproveitados os seus produtos que estão a chegar ao fim de validade. Tive a sorte de assistir à confecção de um chucrute de manga e de uma compota de morango. Os dois absolutamente deliciosos, feitos por aqueles que trabalham na cozinha, com a supervisão de uma monitora cheia de experiência na cozinha. Todos estes produtos estão à venda no site da SEMEAR;
  3. actividades agrícolas, onde são plantados e colhidos muitos produtos, que compõem os cabazes frescos que são vendidos;
  4. ensino de outras profissões, como por exemplo, empregado de mesa ou de supermercado.

O projeto permite que estas pessoas, tenham direito a aprender uma profissão e a entrar no mercado de trabalho, conquistando a sua independência e maior autonomia. 

Até hoje, 44 destes alunos conseguiram entrar no mercado de trabalho. Revelam-se funcionários extremamente dedicados e cumpridores, o que é óptimo para quem os emprega. O projeto SEMEAR faz a ponte com as entidades empregadoras e acompanha-os em todos os momentos, para que este passo seja dado com sucesso. 

Além dos campos agrícolas, da cozinha e do atelier de cerâmica, outro passo foi dado na ampliação deste projeto: a participação num restaurante que foi agora inaugurado no CCB, com o nome ÚNICO. E é mesmo. 

O Chef Diogo Coimbra preparou uma ementa a partir de muitos produtos provenientes da SEMEAR, o que nos permite degustar ali o que foi produzido com tanta dedicação. Integrou ainda na sua equipa, dois elementos da SEMEAR. Tudo isto dá-nos razões para acreditar, que o futuro pode ser feliz para estes homens e mulheres, que sorriem com cada uma das suas conquistas.

SEMEAR

Ler mais

Social Media

Copyright © 2023 Simply Flow. Todos os direitos reservados.

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Aceitar Saber mais