Onde a Terra Acaba e o Mar Começa – Parte 2

Teresa Oliveira // Março 21, 2017
Partilhar

Caros Caminhantes,

Na primeira parte desta nossa crónica, partilhámos convosco o acesso a uma das mais belas praias da Europa, a Praia da Ursa, a partir do ponto mais Ocidental da Europa Continental, o Cabo da Roca. Começaremos esta segunda parte da nossa crónica onde vos deixámos, na Praia da Ursa.

Após terem usufruído da mesma, o que não será difícil atendendo a todo o enquadramento de grande beleza que vos rodeia, terão pela frente o caminho de volta. O percurso é exatamente o mesmo do da ida, contudo, existem duas diferenças, a primeira é que agora boa parte do percurso é a subir. A segunda, é que após a 1ª parte, a mais íngreme, temos o Farol da Roca pela frente, a última luz que os nossos marinheiros viam antes de entrarem Atlântico dentro.

Como atrás referimos, a 1ª parte da subida é a mais inclinada, pelo que aconselhamos que antes de começarem a perder o folgo, vão fazendo pequenas paragens. Não só recuperam como poderão ir apreciando os vários momentos de paisagem que os diferentes patamares da subida proporcionam.

Após cerca de 50 minutos já deverão estar próximos do Farol da Roca, o qual, a exemplo que quase todos os outros na nossa costa, foi mandado construir pelo Marquês de Pombal, já depois do terramoto de 1755, no caso presente em 1766. Graças aos mesmos, a nossa costa foi perdendo a sua triste fama de causadora de naufrágios. Era conhecida como a “Costa da Morte”.

Se fizerem este percurso de volta já perto do final do dia e caso as famosas e tradicionais neblinas de Sintra o permitam, serão presenteados com um magnífico pôr-do-sol, que nesta zona, embora sempre diferente é sempre belo.

Após este dia muito bem passado faz todo o sentido jantar-se um bom peixe fresco grelhado. Neste sentido recomendamos o Restaurante da Adraga, na praia com o mesmo nome. Este simpático e acolhedor restaurante, que já vai na 3ª geração da mesma família, é conhecido pela qualidade do seu pescado grelhado e escalado. Não é à toa que Sergi Arola, conhecido Chef catalão, com várias estrelas Michelin e dono de vários restaurantes em algumas das principais capitais do mundo, após uma refeição aqui, disse: “Acho que o melhor restaurante de praia do mundo é o da praia da Adraga. É maravilhoso”. Recomendamos, entre outros a Dourada e o Robalo. A acompanhar um vinho produzido na região, mais precisamente na Quinta Casal de Sta. Maria, situada bem perto, por cima da aldeia de Almoçageme, na mais tradicional aldeia de todo o parque natural, a aldeia do Penedo.

Boas caminhadas e bom apetite,

Teresa
teresaoliveira@portugalwalkhike.com

Social Media

Copyright © 2023 Simply Flow. Todos os direitos reservados.

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Aceitar Saber mais