O poder das pequenas mudanças diárias

Portugal Activo // Março 5, 2024
Partilhar
mudanças
mudanças

Implementar novos hábitos na nossa rotina é mais simples e fácil do que se pode imaginar. De seguida vou deixar-lhe uma estratégia comprovada e depois você escolhe o que fazer. Vamos a isso?

Bem, não sei se já percebeu, mas a primeira dica, na verdade, já está dada: simplificar e tornar fácil. Na definição de hábitos, a ideia é tornar a sua implementação tão fácil que só fica com uma hipótese: fazer.

Imagine:

  • Se diz que vai começar a ler, defina 5 páginas como objetivo diário;
  • Se quer começar a meditar, defina 3 minutos de meditação por dia; 
  • Se quer estar mais com amigos, agende um compromisso mensal;
  • Se quer começar a andar dedique dois minutos por dia a essa vontade; 
  • Se quer passar menos tempo online, desligue as notificações duas horas por dia. 

Estes são alguns exemplos de “como começar pequeno”. Escolha um, defina uma ação diária e comece a fazer!

Pequenas mudanças dão-nos resultados poderosos. 

É tudo uma questão de escolhas pequenas e diárias. Sabia que 1% de ganhos diários ao longo dos 365 dias do ano equivalem a ficar 37 vezes melhor? Pode parecer insignificante, mas a longo prazo vai fazer uma enorme diferença. Os resultados são exponenciados pelo efeito de acumulação de ações, e vai receber muito mais do que o tempo que vai investir em cada ação.

O efeito cumulativo é mesmo isso: uma estratégia para colher grandes resultados através de ações pequenas e insignificantes à partida. O ponto base está em fazer uma só coisa repetidamente que nos torne melhores e de forma consistente ao longo do tempo.

Mais do que aquilo que vai passar a fazer, a questão é em quem se vai tornar com o novo hábito. 

A identidade está antes do comportamento. A identidade é aquilo que repetidamente somos. 

Por exemplo: No caso do exercício físico, eu não faço exercício físico, eu sou um atleta, sou uma pessoa saudável, uma pessoa com energia. É isso que sou. E por ser assim, eu treino; por ser e querer ser assim, eu vou ao ginásio.

Agora que já tem um objetivo fácil e simples, aquele que não tem como falhar, e que já percebeu que tem tudo a ver consigo e com a sua identidade, aqui ficam 4 passos para aplicar um novo hábito. 

4 Passos para aplicar um novo hábito: 

  1. Deixa (que seja óbvio – deixar o livro à mão se vou ler / se for meditação, deixar o local preparado / se for para treinar, deixar o saco preparado);
  2. Desejo (atrativo – pensar nos benefícios de fazer essa atividade);
  3. Resposta (fácil – começar devagar, simples, meditar apenas em 2 min / treinar apenas 20 min por 2 vezes semana);
  4. Recompensa (satisfatória – temos de nos sentir bem por ter feito – sentir a calma depois da meditação, energia depois do treino – e ligar a outras coisas positivas – por exemplo, ligar o café à meditação, o sumo de que gosta ao treino).

Se for para quebrar o hábito – comer comida de plástico – a sugestão é deixar de ter esta comida em casa.

Uma dica final: 

A maior parte das pessoas não dá tempo ao tempo. Espera, depois de um dia com a nova dieta, ver os quilos a desaparecer na balança; ou depois do primeiro treino ver a barriga desaparecer. A vida não é assim, pois não? Há um tempo entre o início do novo hábito e os resultados. Durante esse tempo, ponha a sua atenção no processo e não nos resultados. A vitória está em cumprir a sua palavra, a de implementar o novo hábito.

O sucesso é fazer. 

É marcar presença no treino. É acordar à hora que disse que ia acordar ou comer o previsto, cumprindo a dieta, e não em perder logo o peso.

E agora? Sim, é mesmo e só começar!

Nota final: Se quiser ler um bom livro sobre implementação de hábitos, recomendo “Hábitos Atómicos”, de James Clear.

Duarte Cabral

[Diretor de Operações Balance Company]

Ler mais

Social Media

Copyright © 2023 Simply Flow. Todos os direitos reservados.

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Aceitar Saber mais