Mantenha a calma e prossiga

Ana Caetano // Novembro 18, 2020
Partilhar

Em 1939 foram afixados nos edifícios da cidade de Londres milhares de posters com a frase “Keep Calm and Carry On” (mantenha a calma e prossiga). 

mantenha a calma e prossiga

À época, os londrinos enfrentavam um novo normal: bombardeamentos regulares que atingiam toda a cidade. Também nós, atualmente, nos confrontamos com um novo normal: máscaras, álcool gel, teletrabalho, distância social, ameaças económicas e mortes. E ao mantermos presente a importância da calma e da manutenção das nossas rotinas, estamos também a definir o conceito de resiliência.

O que significa resiliência?

Roubado à engenharia, o termo resiliência expressa a capacidade que cada um de nós tem de, perante circunstâncias adversas, manter a sua essência e força protegidas para continuar a funcionar, apesar de tudo desabar ao redor.

Como desenvolver a resiliência?

Todos nascemos com o programa de resiliência instalado sendo um dos principais promotores da nossa sobrevivência, do berço até à sepultura. No entanto, precisamos de praticar essa capacidade para que se fortaleça. Imaginem a resiliência como o nosso sistema muscular: alguns nascem com um corpo naturalmente musculado, outros com menos definição muscular, mas todos os humanos nascem com músculos. A resiliência – uma força que trabalha continuamente a nosso favor – comporta-se da mesma forma.

Sendo um programa de ação presente desde o nascimento, como fortalecer essa capacidade?

4 Dicas para fortalecer a sua resiliência:

  1. Mantenha o foco nos recursos que tem e a partir destes organize a sua rotina: pense na família que apoia e não naquela que desgasta. Procure os amigos que sistematicamente animam e não aqueles que constantemente consomem a sua energia;
  2. Lembre-se que todas as estratégias de autoajuda e desenvolvimento pessoal são pouco úteis se a nossa base biológica não estiver em harmonia: beba água, coma com cuidado, pratique atividade/exercício físico, cuide do seu sono, use técnicas de respiração profunda, espreguice-se regularmente como um gato;
  3. Integre as estratégias que especificamente a/o ajudam: praticar ioga diariamente pode ser proveitoso para alguns, mas gerar frustração noutros, que, ao invés, beneficiam mais fazendo caminhadas vigorosas entre a casa e o supermercado. Escolha o que ajuda neste momento de forma simples e não complique;
  4. Sempre, mas sempre que ocorrer um momento agradável e prazeroso reserve tempo para sentir a sensação que aquele provoca no seu corpo. Pode não ser logo quando acontece, mas ao longo do dia, tire tempo (pelo menos 30 segundos, mas demore-se o tempo que quiser) para saborear essa sensação e tomar consciência das alterações que provoca no seu corpo. Passamos mais tempo nas sensações desagradáveis e isso acumula no corpo as hormonas associadas ao stress e perigo.

Mesmo o mais resiliente sofre…

Resiliência não significa insensibilidade ao que está a acontecer à nossa volta. A ideia é tomar consciência desse mal-estar, redirecionar a sua atenção para os recursos que tem e manter o quotidiano a fluir. Lembre-se: tudo passa. Keep calm and carry on (mantenha a calma e prossiga).

Ler mais

Social Media

Copyright © 2023 Simply Flow. Todos os direitos reservados.

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Aceitar Saber mais