É possível prevenir o reumático?

Ana Filipa Mourão // Dezembro 16, 2020
Partilhar
reumático
reumático

As doenças reumáticas podem afectar pessoas de qualquer idade. Mas, será que é possível fazer alguma coisa para prevenir o reumático e minimizar o seu impacto na qualidade de vida dos pacientes?

O que é o reumático?

A osteoartrose, frequentemente chamada de artrose ou reumático, é a doença reumática mais prevalente. É a principal causa de dor crónica, contribuindo em grande parte para situações de incapacidade nas atividades de vida diária.

Na osteoartrose ocorre lesão e degradação da cartilagem (o tecido elástico que reveste a superfície dos ossos), o que gradualmente torna o espaço articular mais reduzido e faz com que as superfícies ósseas friccionem entre si, originando, além da dor, as “crepitações”, o “ranger” e os “estalos” das articulações. Este desgaste é desencadeado pelas cargas e forças a que sujeitamos repetidamente as nossas articulações no dia-a-dia, particularmente aquelas que suportam grande parte do nosso peso, como as ancas ou os joelhos, mas outros locais (como as mãos e a coluna) também poderão ser lesados. 

Quais são os sintomas do reumático?

Inicialmente, os episódios de dor são menos graves e relacionam-se com o movimento. O doente refere que tem mais dor ao fim do dia, à medida que existe maior sobrecarga da articulação afetada.

Com a progressão da doença, a dor pode aumentar de intensidade, duração e frequência e podem surgir rigidez (prisão dos movimentos, sensação de articulações “enferrujadas”), dificuldade em realizar alguns movimentos (por exemplo: subir escadas, baixar-se, tricotar, abrir pacotes de leite) e mesmo deformidade das articulações (mãos deformadas, dedos tortos, joelhos para fora, joanetes).

Quais são as principais causas do reumático?

A osteoartrose surge sobretudo numa idade avançada (acima dos 65 anos), sendo mais frequente nas mulheres (principalmente após a menopausa) e na raça caucasiana. A obesidade, o deficiente alinhamento das superfícies articulares, a falta de uso de articulações, a fraqueza muscular, o trabalho repetitivo e o mau posicionamento continuado, favorecem o desenvolvimento da artrose. Sendo uma doença crónica, o empenho do doente é imprescindível para ter sucesso na estratégia terapêutica proposta. Então, como pode prevenir o reumático?

3 Dicas para prevenir o reumático:

  1. Mantenha o peso ideal – Uma dieta equilibrada, do tipo mediterrânica, com quantidade suficiente de antioxidantes (frutos e vegetais) e sem excesso calórico, nem de gorduras, e com quantidade moderada de proteínas, pode contribuir para a prevenção da artrose. Pratique exercício físico moderado com regularidade (2 a 3 vezes por semana). O exercício realizado deve estar adaptado a cada indivíduo, à idade e ao estado físico geral, bem como o estado articular e muscular. Ao praticar exercício físico regular aumenta a nutrição e reparação da cartilagem e mantém uma boa massa muscular. Quem já tem artrose deve praticar exercício com moderação e de forma progressiva. Os tipos de exercício mais recomendáveis para a artrose são a natação, hidroginástica, ginástica de manutenção suave ou bicicleta (exercícios sem muita carga);
  2. No dia-a-dia, use sapatos cómodos com salto baixo e biqueira ampla;
  3. Adapte a sua casa e o seu local de trabalho às suas condições físicas, fazendo-o de uma forma que lhe permita adotar posturas mais corretas com menos sobrecargas. Deve poupar, na medida do possível, as articulações, evitando transportar peso em excesso, permanecer em pé durante longos períodos de tempo ou caminhar em terreno irregular. Procure intervalar os períodos de trabalho mais intenso e repetitivo com curtos períodos de repouso, e evite atividade física intensa e desportos com impacto elevado (corridas prolongadas, saltos).

Procure informar-se com o seu médico e esclarecer dúvidas. Cumpra a medicação recomendada pelo seu médico.

Fontes: Sociedade Portuguesa de Reumatologia e Instituto Português de Reumatologia

Ler mais

Social Media

Copyright © 2023 Simply Flow. Todos os direitos reservados.

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Aceitar Saber mais