Contos de Luz

Cristina Felizardo // Dezembro 9, 2022
Partilhar
Contos de Luz
Contos de Luz

O Contos de Luz (Worldwide Candle Lighting) é uma cerimónia de homenagem a crianças e jovens que perderam a vida.

O Worldwide Candle Lighting (WCL) é uma iniciativa dos The Compassionate Friends, uma associação sem fins lucrativos de apoio a pais em luto sediada nos Estados Unidos da América, que une famílias e amigos em todo o mundo, na homenagem a crianças e jovens que perderam a vida. O evento realiza-se todos os anos no segundo domingo de Dezembro e consiste em acender uma vela às 19h00 locais, criando uma onda de luz que percorre o planeta há medida que se avança pelos diferentes fusos horários.

Este evento começou nos Estados Unidos em 1997 com a iniciativa de um pequeno grupo de partilha composto por pais em luto, que se reunia online e decidiu criar um movimento memorial para recordar os filhos perdidos. 

Depressa se propagou e hoje existem centenas de eventos de ‘Candle Lighting’ – cerimónias de luz – por todo o mundo com milhares de velas a recordar os que partiram demasiado cedo. 

Acredita-se que este é o maior evento do género realizado em todo o mundo. 

Foi sob o lema: “que as suas luzes brilhem para sempre” que nos propusemos a organizar a edição portuguesa do WCL, o Contos de Luz, que conta já com a sua oitava edição.

Contos de Luz – 8.ª edição

O que sabemos sobre o luto de pais que perdem um filho? É a Dor Maior. É aquele tipo de dor que não parte apenas o coração, também fratura a alma. É a dor indizível, dizem elas e eles, as mães e os pais em luto. Os pais daquele amor que veio com a promessa de uma esperança no futuro, a promessa de lhes continuar. Aquele amor que era parte deles. Por isso, quando o Amor maior é perdido, quando o filho morre antes da sua mãe e do seu pai, é a vida a desafiar as leis da natureza. É contranatura, dizem. E é.

Sabendo que o luto de pais que perdem um filho pode ser vivido com grande sofrimento, acreditamos que as estratégias de superação para uma perda tão profunda são aquelas que permitam a adaptação à nova realidade através da manutenção do vínculo afetivo. 

De facto, pedir a um pai e uma mãe em luto para aceitarem a morte do seu filho será contra a natureza humana. Mas criar um espaço e dedicar um momento para que ambos possam recordar, partilhar as memórias deste filho, deste jovem, desta criança, com os demais que os rodeiam, é uma forma de manter o laço afetivo, que mesmo sabendo-se perdido, permanecerá vivo nos corações de quem o homenageia. 

O Contos de Luz é esse espaço e tempo. 

Aqui contam-se histórias de brincadeiras, de sorrisos marotos, de palavras carinhosas, de doces memórias. Aqui contam-se histórias de vidas, vidas jovens cheias de luz… aqui celebram-se os Contos de Luz. Para quê? Para que as “suas luzes jamais sejam esquecidas”.

Junte-se a nós no dia 11 de Dezembro, às 18h00, online no live do Facebook da página CfelizbyCristinaFelizardo, ou presencial na sede da Confraria dos Ovos Moles de Aveiro, para juntos acendermos uma vela por aqueles que nos deixaram demasiado cedo.

Referências:

Buyukcan-Tetik, A., Finkenauer, C., Schut, H., Stroebe, M., & Stroebe, W. (2017). The impact of bereaved parents’ perceived grief similarity on relationship satisfaction. Journal of Family Psychology, 31(4), 409–419. https://doi.org/10.1037/fam0000252

Ferow, A. (2019). Childhood Grief and Loss. European Journal of Educational Sciences. https://doi.org/10.19044/ejes.s.v6a1

Stroebe, M., Schut, H., & Boerner, K. (2017). Models of coping with bereavement: an updated overview | Modelos de afrontamiento en duelo: un resumen actualizado. Estudios de Psicologia, 38(3), 582–607. https://doi.org/10.1080/02109395.2017.1340055

Ler mais

Social Media

Copyright © 2023 Simply Flow. Todos os direitos reservados.

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Aceitar Saber mais