Como viver as festas com um recém-nascido?

Carmen Ferreira // Dezembro 12, 2019
Partilhar

Vem aí o Natal e os pais dos bebés que nascem neste período terão um desafio acrescido… Sobreviver às festas e ao pós-parto! 

Ora como sabemos um recém-nascido, especialmente nos primeiros dias, implica novos rotinas, cuidados e vigilâncias. Além disso, o bebé recém-nascido ainda tem o sistema imunitário frágil e não poderá ser exposto a determinados ambientes.  

Num período de festas, o carinho e amor dos familiares também é importante e há desafios extra inerentes à época. Juntando isso ao período do pós-parto, em que a mulher está mais sensível e o casal cansado, podem surgir situações um pouco mais tensas com o stress inerente aos últimos presentes, com o comentário da sogra que disse que eu estava mais gorda, etc.

8 dicas para viver esta época com mais tranquilidade:

  1. Decidir em casal (não tomem esta decisão sozinhas!) e informar os familiares próximos onde gostavam de estar no período das festas. Vejam como se sentem e a organizem a logística antecipadamente para que não haja situações inesperadas; 
  2. Quando decidirem o local onde vão passar as festas, verifiquem se reúne condições para receber um recém-nascido. As condições implicam que haja um local seguro para bebé trocar a fralda, para que possa dormir em segurança e a mãe se sinta à vontade para tratar das maminhas e andar com roupa confortável, e não precise de sair com bebé;
  3. O casal, em especial a mulher, não deverá ter que fazer tarefas familiares (cozinhar, tratar prendas, etc.) além de cuidar do bebé! O pós-parto implica recolhimento e tempo para cuidarem do vosso corpo e do vosso bebé, e para descansarem. E nós sabemos como as festas de Natal podem ser intensas e cansativas, e não queremos isso para um casal recém-papá, pelo contrário; 
  4. Atenção às deslocações! Com um bebé recém-nascido, os pais que se deslocarem para mais longe terão que fazer mais pausas no caminho, não só para alimentarem o bebé, como também para descansarem. Vocês estarão num período mais cansativo, portanto viagens longas sem descansarem não são recomendadas. Se o fizerem façam várias pausas e levem material extra (roupa, fraldas, água, snacks…) para algum imprevisto na estrada;
  5. Levem como acessório “tampões para os ouvidos” para usarem sempre que algum familiar faça um comentário menos próprio e combinem já um sinal com o companheiro para que, quando alguém for inconveniente, terem uma saída estratégica. Muitas vezes os comentários ou observações, ainda que infundadas ou desatualizadas, terão o objectivo de ajudar, não levem a mal. Mas, façam uso dos vossos “tampões” quando ouvirem: “Ah, o bebé chora muito, de certeza que o teu leite é fraco”! Filtro, “tampões”, sorrir e acenar;
  6. E, as comidinhas deliciosas? Pois é, há tanta coisa boa para comer nestas alturas… Mas, já sabem que no pós-parto estamos ainda sensíveis e do ponto de vista da imunidade ainda não estamos a 100%. Portanto, evite tudo que seja mais indigesto ou não saiba a origem da confecção, para se proteger. Deverá ter especial cuidado às bebidas alcoólicas, porque efectivamente passa algum teor para o leite (no caso de amamentar) e com um bebé a mamar, por vezes de hora a hora, é difícil de controlar a taxa de metabolização do álcool e,para bem do bebé, não vale a pena arriscar. As meninas que não amamentam também devem também ter em consideração se estão a tomar medicação que não seja passível de ingerir com álcool;
  7. Esqueçam o mito das cólicas ou da comida x, y, z que aumenta a produção de leite. São mesmo mitos. Não há evidência científica que diga que alimento x faz mais cólicas. Até porque as cólicas são um fenómeno comum em todos os bebés pela sua imaturidade intestinal. Moderem a ingestão de alimentos estimulantes e drenantes. Aproveitem para comer a comida das mães/avós que tanto gostamos, porque as festas também são isto;
  8. É importante também reforçar que os cuidados ao bebé deverão ser dos papás. Estejam atentos a coisas como: número de chichis e cocós, a cor e consistência, se o bebé arrotou ou bolsou,  se demonstra sinais de fome ou de sono… Enfim, este namoro tem que ser vosso. Claro que a tia pode trocar uma fralda, mas vocês deverão saber o que se passa na vida do vosso bebé, para vigilância e para se tornarem mais peritos neste bebé e saberem “ler” este novo livro.

Outras regras importantes para os familiares: 

  • Deixem o bebé descansar e não o acordem de propósito para a tia ver a cor dos olhos. Respeitem o descanso dos pais e do bebé nesta fase porque é muito importante. Por isso, atenção ao barulho e ruídos muito altos;
  • Quem está doente não deverá estar próximo ou visitar o recém-nascido porque a sua imunidade ainda é frágil. Por este motivo, não toquem nas mãos e evitem beijinhos;
  • Evite comentários ou opiniões não solicitadas. Respeitem opções e vontades dos pais, sem os confundir com opiniões menos actualizadas ou científicas; 
  • Disponibilize-se para ajudar os pais, por exemplo, vigiando o bebé enquanto tomam banho ou quando descansam, ou levando comida. Pergunte sempre como pode ajudar, os pais agradecem;
  • Não cobrem dos pais tarefas que eles agora não conseguem realizar, porque estão focados no seu bebé;
  • Não ofereça comida ao bebé, especialmente aos que ainda só bebem leite porque é muito perigoso. Além do risco de engasgar, o sistema digestivo não está preparado para alimentos, muita atenção!

Aproveitem bem esta época de amor junto do vosso bebé e familiares, mas lembrem-se que vocês ainda estão a recuperar e que o vosso bebé é frágil. Podem optar por ir só a casa dos avós ou eles irem a vossa casa jantar. Não precisam de deixar de ir aos eventos familiares se essa não é a vossa vontade. Terão, apenas, de se adaptar. Mas, se sentirem que não querem ou que não há condições para levar o bebé, há mais Natais para o ano. E, está tudo bem! 

Sintam que é o melhor e o mais confortável para vocês e para o vosso bebé. Tudo se adapta e o amor não existe apenas no momento da ceia de Natal, existe durante todo o ano. E, não há amor maior que este bebé vos trouxe como prenda neste Natal. 

Boas festas!

Ler mais
 

Social Media

Copyright © 2023 Simply Flow. Todos os direitos reservados.

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Aceitar Saber mais