Celebrar o prazer de comer

Alexandra Bento // Novembro 2, 2020
Partilhar
celebrar
celebrar

Em Outubro celebrámos a alimentação. E quis o acaso que fosse também o mês em que iniciámos a celebração dos 4 anos do Simply Flow, do empreendedorismo feminino e o mês em que brindámos à Fátima Lopes. Pelo seu dinamismo, pela sua criatividade e pela paixão que coloca diariamente no seu trabalho, que inspira tantas outras pessoas. 

Sabemos que a alimentação é uma necessidade básica, um direito humano, mas é também um ato de socialização, uma forma de celebrar.

Celebrar da vida, o amor, selar a paz ou fazer alianças. O nascimento de uma criança, a celebração dos 18 anos de um jovem, a comemoração de mais um ano de vida, a união matrimonial, as promoções no trabalho, a conclusão de um curso ou o aniversário de um acontecimento marcante são comemorações onde a alimentação faz parte da trama dentro da vida social e a festa está ligada à comida. 

O ato de nos alimentarmos guarda, por isso, histórias, tradições, religião, sistemas socioeconómicos, culturais e saúde.

Se comer está relacionado com o que somos e é também a nossa história, devemos preservar rituais, receitas, maneiras, hábitos e celebrar com alimentos os momentos especiais. Esta é também uma forma de celebrarmos a importância dos alimentos.

Uma importância que vai para além da importância primordial de alimentarmos o nosso corpo. Neste cenário, o alimento é, ou deve ser, um veículo de comemoração. É necessário compreendermos a alimentação como uma atitude maior do que apenas ingerir alimentos, permitindo a ligação com os significados que envolvem a herança cultural, as memórias afetivas e os momentos de sociabilidade.

A dieta mediterrânica guarda relação com a saúde e com a nossa cultura.

Tudo isto é preconizado pela dieta mediterrânica, um padrão alimentar com uma oferta predominantemente de origem vegetal e amiga do ambiente, de proximidade e que integra uma enorme biodiversidade de produtos sazonais. E este padrão alimentar, que guarda relação com a saúde e com a nossa cultura, faz uma clara separação entre a alimentação no quotidiano e em momentos festivos, onde aqui ao alimento é conferida dimensão simbólica.

Comemoremos bons momentos à mesa quando assim deve ser.

Para que a vida seja mais aprazível, para que as celebrações tenham um gosto especial, comemoremos bons momentos à mesa, em família e com amigos. Mas, porque não é festa todos os dias, sejamos na mesa do dia-a-dia frugais, equilibrados, saudáveis e sustentáveis. Sejamos mais felizes!

Ler mais

Social Media

Copyright © 2023 Simply Flow. Todos os direitos reservados.

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Aceitar Saber mais