A importância do exercício físico na química de um casal

Nuno Cerdeira Ribeiro // Fevereiro 15, 2018
Partilhar

Além dos benefícios físicos, sabe-se que a prática de exercício físico é bastante importante para o equilíbrio mental e a criação de laços sociais consistentes. Neste artigo fique a saber de que forma é que podemos aproveitar ao máximo as dinâmicas de bem-estar e saúde para fortalecer a química de um casal.  

Exercício físico sempre!

Hoje em dia é de senso comum sabermos da grande importância que a prática de exercício físico deve ter em todos nós. Quer pratique jogging, esteja inscrito num clube de fitness ou tenha o privilégio de ter um Personal Trainer para cuidar da sua saúde e bem-estar, estas são actividades fundamentais para nos mantermos sãos a todos os níveis. Sendo importante reforçar que toda a sua prática deve ser específica à individualidade de cada um, o ponto de partida para qualquer discussão sobre os riscos associados à prática de exercício físico deve abarcar a noção prévia de que é sempre muito melhor fazer exercício (mesmo que, por vezes, haja alguns exageros na intensidade de treino) do que sermos o clássico sedentário dos dias de hoje, com todas as rotinas nefastas que normalmente acompanham esse comportamento.

Isto significa, por exemplo, que a existência de milhares de pessoas a treinar durante meses, anos, por vezes décadas, para maratonas e outras provas, faz claramente bem à saúde da população. Pelo contrário, a inatividade física é muito prevalente e faz comprovadamente mal. E, também está  cientificamente comprovado que os malefícios advindos da prática de exercício físico que envolvam esforços aparentemente hercúleos são mais mito que realidade.

Por isso, para além dos benefícios físicos, sabe-se que a prática de exercício físico é muito importante para o equilíbrio mental e a criação de laços sociais consistentes. Então, de que forma é que podemos aproveitar ao máximo as dinâmicas de bem-estar e saúde para fortalecer a química de um casal?

Uma questão de química

Todos temos em nós substâncias químicas produzidas pelo próprio organismo (endorfinas, serotonina e dopamina) que são libertadas durante a prática de exercício físico. Quando isso ocorre, somos invadidos por sensações positivas (que podem ir desde calma até euforia), sendo que as mesmas alteram completamente a forma como vemos cada contexto de vida. É por isso que temos momentos que recordamos como tremendamente positivos e outros menos positivos. Quer isto dizer que qualquer actividade que provoque sensações positivas permite a criação de laços fortes que podem ir desde o local onde a mesma ocorreu à pessoa que participa na mesma. Reparemos: quantas vezes nos lembramos daquela praia, daquelas férias inesquecíveis ou daquele momento da infância dos nossos filhos que recordamos com saudade? A química trabalhou para nos fazer sentir bem e desejar que esses momentos se repitam. Logo,planear ser mais activo e, com isso ver-se mais em forma, prevenir doenças metabólicas e sentir-se mais jovem aliando isso à companhia da sua cara-metade é trabalhar para a felicidade da relação e construir algo que ambos querem que se repita.

Por outro lado, a libertação de substâncias relacionadas com a felicidade dá espaço para que haja uma maior preocupação transcontextual dentro da relação. Por exemplo: facilita o aumento da auto-estima pessoal (o que pode ter um papel importante para a capacidade de aceitar mais o outro como ele é), fomenta a noção de responsabilidade partilhada para a prática de uma alimentação cuidada e exponencia a capacidade para superar de forma mais paciente os picos diários de stress relacionados com as responsabilidades diárias.

Para quem quer ter relações saudáveis e duradouras, é necessário criar condições para que isso ocorra. O exercício físico é, assim, uma excelente justificação para criar atividades que melhorem a saúde e bem estar do casal. O que o impede de experimentar? Bons treinos!

7 Dicas para começar a treinar:

– Aconselhe-se com um profissional da área de Ciências do Desporto para elaborar a planificação de treino;

– Crie objectivos em conjunto que se adaptem à rotina diária e que possam ser mensuráveis e realistas;

– Defina o número de treinos semanais com data e hora definida;

– Crie uma alternativa (Plano B) para qualquer imprevisto que impeça a não realização do treino;

– Defina uma refeição da asneira conjunta, onde cada um se possa deliciar com a sua comida favorita;

– Afixe uma folha no frigorífico com todos os compromissos acordados pelos dois;

– Imagine como os dois se irão ver e sentir quando atingirem o resultado esperado.

[Agradecimentos: Marco Gomes, Personal Trainer Holmes Place]

Social Media

Copyright © 2023 Simply Flow. Todos os direitos reservados.

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Aceitar Saber mais