A beleza dos 40

Fátima Lopes // Março 28, 2018
Partilhar

De há uns tempos a esta parte, que me pedem para escrever sobre como chegar bem aos 40 anos e viver esta fase com todo o seu esplendor. Tendo em conta que estou quase a fazer 49 anos, achei que, agora, já me podia manifestar. Segredos não existem, mas comportamentos e hábitos fundamentais, sim.

5 elementos necessários para fazer dos 40 os novos 30:

. Alimentação

Em primeiro lugar, e fundamental em qualquer idade: a alimentação. Desde os meus tempos de atleta de competição, que me apercebi que o que comia era fundamental para o meu desempenho. Infelizmente, aprendi da pior maneira…

Quando tinha 16 anos e estava no pico da minha forma como atleta, comecei a achar que estava gorda. Cometi então um erro crasso. Cortei grande parte dos hidratos de carbono, tão necessários à minha performance, e, em pouco tempo, baixei muito o rendimento. Nunca mais voltei aos mesmos resultados. Tentei corrigir, mas já não fui a tempo e a época acabou com lesões e muita frustração. A partir daí quis aprender mais e mais sobre alimentação.

Hoje sei que não há equilíbrio, saúde, bem-estar, bom desempenho no trabalho e energia para aguentar bem o dia, sem uma alimentação correta. Reparem que não falei de peso, nem de estética. Falo de saúde e, essa, deve ser a primeira razão para procurarmos fazer a alimentação certa para as nossas necessidades diárias. É um plano muito individual. Dietas “chapa quatro” são um erro, porque somos todos diferentes e também temos necessidades diferentes. Dieta não é passar fome. É comer bem e dar ao nosso corpo o que precisa. Os excessos ficam para os dias de festa ou para quando temos um programa com alguém. Se encararmos assim, é simples.

Eu ando sempre com as minhas marmitas atrás e cumpro o plano alimentar que a minha Nutricionista, a Dra. Inês Fernandes, estabeleceu. Tenho frascos com frutos secos e fruta desidratada no carro e no gabinete. Umas barritas energéticas e chocolate 70% cacau, completam os meus SOS fome. Outro aspecto fundamental, e que não descuro, é a toma de bons suplementos.  

. Exercício físico

Se não é possível chegar bem aos 40 sem uma boa alimentação, também não é possível sem a prática de exercício físico. E, este é o segundo ponto. Não há volta a dar. Temos mesmo de nos mexer e trabalhar todos os nossos músculos. Os músculos têm memória e se não os exercitamos, vão ficando cada vez mais preguiçosos.

Eu nunca deixei de praticar desporto. Fui mudando a atividade conforme a minha condição física e os meus objetivos. Estou há 3 anos a praticar yoga, 3 vezes por semana, e foi a melhor decisão que podia ter tomado. Trabalho a força, a flexibilidade, o equilíbrio, a respiração. Na verdade, o yoga trabalha tudo! E, com o meu professor, Pedro Mendes, aprendi a valorizar conquistas de milímetros, que depois transpus para a vida. Tenho hoje mais flexibilidade do que alguma vez tive na vida.

. Mente Sã

O terceiro ponto fundamental para a conquista do nosso bem-estar é a parte psicológica e emocional. Quando há lixo na nossa cabeça, isso transparece no nosso rosto e afecta a nossa capacidade energética e criativa. Para não falar na nossa alegria!… É preciso cuidar das nossas emoções.

Eu trabalho com uma psicóloga há 4 anos, Dra. Ana Ramires, porque lido diariamente com muitas histórias sofridas e com realidades pesadas. Isto para além das minhas próprias vivências que contemplam o sofrimento como qualquer outra pessoa. É preciso ter ferramentas para lidar com os desafios que a vida nos coloca e com os tropeções naturais da nossa condição humana. A isto acresce a necessidade de ganhar competências para saber lidar com o sofrimento dos outros, realidade em que vivo há quase 24 anos.

. Espiritualidade

A meditação é uma ferramenta crucial para nos libertarmos daquilo que nos pode intoxicar a nível emocional. O quarto ponto para que aos 40 consigamos sentir e viver o esplendor desta idade, é a espiritualidade. Cada um terá de descobrir a sua e perceber o que lhe faz sentido. Eu sigo e pratico os ensinamentos da Rute Caldeira, especialista em Desenvolvimento Espiritual.

. Ter um postura positiva na vida

Por último, e não menos importante, ter uma postura positiva na vida. Pensar, falar e agir de forma positiva, é indispensável para o nosso equilíbrio. Como consequência, sorrimos mais para a vida e ela sorri mais para nós.

Social Media

Copyright © 2023 Simply Flow. Todos os direitos reservados.

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Aceitar Saber mais