10 dicas para um Natal mais sustentável

Equipa Planetiers // Novembro 29, 2018
Partilhar

Mesmo ainda faltando um mês para a data mais esperada, já se sente que o Natal está próximo. As luzes de rua já estão acesas, as músicas natalícias já se fazem ouvir em vários locais e sentimos que, de alguma forma, estamos a ficar atrasados na preparação.

O certo é que, por mais espírito natalício que tenhamos, o Natal é uma das épocas do ano com maior consumo e desperdício de recursos. É o grande fluxo de deslocações, o consumo descontrolado, as embalagens e as ceias exageradas que, no fim de contas, acabam por gerar muito desperdício. Contudo, o nosso Natal não precisa de ser assim. A verdade é que conseguimos facilmente viver um Natal da mesma forma, partilhando esta magia contagiante com quem mais gostamos, evitando um impacto tão grande no meio ambiente.

Na lista abaixo descobres 10 dicas Planetiers para tornar o teu Natal (ainda) mais sustentável.

As 10 dicas perfeitas para um Natal mais sustentável:

  1. Consumo consciente

Esta primeira dica, aplicável a todas as restantes, toca num dos pontos mais críticos: neste Natal temos de ser conscientes.

Se a Black Friday abriu oficialmente a “época” de compras, é de esperar que neste próximo mês o estímulo ao consumo seja enorme e que, por mais que queiramos fugir, acabemos por fazer algumas compras desnecessárias. Para um Natal sustentável é importante teres a cabeça no lugar: não te deixes enfeitiçar pelas publicidades variadas, compra apenas produtos para os quais tens funções definidas e, na hora da compra, decide por opções mais ecológicas e fair trade, com o menor impacto ambiental possível.

  1. Preparativos

Os preparativos também têm a sua pegada ecológica, principalmente pela quantidade de deslocações que precisas para garantir que tudo está na perfeição. A dica é simples, na altura de ir às compras, opta por alternativas mais sustentáveis: vai de transportes públicos, carro elétrico partilhado ou junta um grupo de amigos no mesmo carro – para além da boleia a um preço mais acessível, consegues também uma segunda opinião sobre as prendas de Natal que estás a pensar trazer para casa.

 

  1. Árvore de Natal

Para além da tua família e a mesa da consoada, a Árvore de Natal será a estrela da tua época natalícia. Se vives numa zona urbana e sem jardim onde possas replantar o teu pinheiro, a melhor opção é mesmo uma árvore artificial que possas utilizar durante vários anos.

Se quiseres mesmo um pinheiro natural, escolhe um que tenha raiz – com um espaço definido para o replantar depois – ou opta por árvores vendidas com autorização (bombeiros, serviços municipais), que, por defeito, garantem a sustentabilidade do corte.

Contudo, a opção mais amigável para o ambiente é fazeres a tua própria árvore, utilizando ramos provenientes de podas ou fazendo-a através de materiais reutilizados que tenhas por casa – vê estas ideias.

  1. Prendas de Natal

A compra das prendas de Natal acaba por ser um dos pontos onde o desperdício é mais fácil de evitar. Com a vontade de dar uma “lembrança” a todos os familiares, muitos destes presentes acabam por não ter utilidade alguma, ficando numa prateleira arrumados durante todo o ano seguinte. Aconselha-te com pessoas próximas do familiar a quem pretendes oferecer a prenda e, em caso de dúvida, podes sempre optar por lhe dar um cartão-presente numa loja ou fazer um donativo em nome dele (o apadrinhamento de um animal selvagem ou lembranças ligadas a causas sociais podem ser uma solução).

No planeamento da tua lista de prendas, opta por produtos com utilidade e durabilidade, que não estejam embalados em excesso. No caso de produtos alimentares, procura produtos de origem nacional e, se possível, biológica. Nos cosméticos ou perfumaria, decide por prendas o mais naturais possíveis e garante que não são testadas em animais. No caso da tecnologia, podes sempre optar por marcas mais seguras e ecológicas.

  1. Decorações “Do It Yourself”

Para além de ser super divertido juntar parte da família, exercitar o teu talento para trabalhos manuais e fazer os teus enfeites de Natal 100% personalizados utilizando materiais reutilizados, esta é uma forma eficaz de tornar o teu Natal ainda mais sustentável e amigo do ambiente.

Se quiseres mesmo comprar decorações de Natal já feitas, opta apenas por enfeites que saibas que vais usar durante vários anos e evita peças de decoração muito compostas em termos de materiais – tudo o que envolva vários materiais torna-se difícil de reciclar (papel com brilho, tão comum nesta época natalícia, por exemplo, não pode ser reciclado).

  1. Luzes mais verdes

E, não, não estamos a falar da cor. É difícil imaginarmos o Natal sem as tradicionais luzes de Natal. Contudo, o seu uso acaba por ser tão decorativo e secundário que as torna fáceis de substituir. Neste Natal, é importante optar por lâmpadas mais eficientes e de menor consumo energético, poupando-te dinheiro e dando saúde ao planeta. E, claro, não as deixes acesas se não estiver ninguém na divisão.

  1. Cozinha racional

Com a importância do Natal, a nossa vontade de impressionar e a responsabilidade de garantir que os nossos familiares têm a melhor refeição de sempre, muitas vezes acabamos por comprar e cozinhar alimentos em quantidades exageradas que apenas geram desperdício.

É importante fazer uma lista de compras antes de chegar ao supermercado e restringirmo-nos a ela. E, para tornar a pegada ecológica do teu Natal ainda menor, é aconselhável confeccionar o máximo que consigas em casa (ao invés de comprar feito), privilegiando produtos regionais, adquiridos em comércio local, biológicos se possível e provenientes de comércio justo.

  1. Fritos que não são (só) sonhos

Se os fritos de Natal, tal como em várias mesas portuguesas nesta altura, não podem faltar na tua ceia, é essencial ter atenção a um ponto muito importante: o óleo não pode ser deitado no lavatório! Reserva o óleo alimentar usado que sobra dos teus fritos de Natal e entrega-o para reciclar nos vários pontos de recolha disponíveis – podes descobrir aqui onde encontrá-los – ou transforma este óleo em várias velas aromáticas para a noite de Natal, por exemplo.

  1. Trata bem dos teus resíduos

Como todos sabemos, esta época festiva é conhecida por gerar muito mais resíduos do que seria normal. Para além dos resíduos alimentares, que podem ser facilmente compostados, são muitas as embalagens, papéis de embrulho, garrafas de vidro, pilhas ou óleo alimentar usado, entre tantos outros. É importante saber tratá-los e separá-los da melhor forma. Guarda os papéis de embrulho e laços para reutilizar depois (a maioria destes é composta por partes plásticas que os torna não recicláveis), reserva o óleo alimentar usado e encaminha para o respetivo ecoponto os resíduos que devem ser reciclados.

Depois das festas, vêm também as limpezas – neste campo é importante procurar reduzir a quantidade e perigosidade dos produtos de limpeza que utilizas, privilegiando sempre os naturais e biodegradáveis.

  1. Embrulhos

Idealmente, estes embrulhos deveriam ser todos reutilizados de outras ocasiões. Os efeitos de brilho e cores adicionadas a muitos destes papéis tornam-nos impossíveis de reciclar.

Uma outra opção bem gira e original é embrulhar as tuas prendas de natal utilizando páginas de revistas antigas. O que achas?

Dá esta prenda ao planeta!

O Natal é realmente mágico: as famílias juntam-se, o ambiente fica incrível e, por mais negativismo que tenhamos nas nossas vidas, o lado bom acaba sempre por vir ao de cima.

Apesar de a quadra ser uma das mais contagiantes do ano, há que fazer dela ainda mais contagiante, partilhando esta mensagem ecológica e tornando as nossas tradições de Natal muito mais naturais, sustentáveis e fraternas com o planeta.

Social Media

Copyright © 2023 Simply Flow. Todos os direitos reservados.

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Aceitar Saber mais