As minhas escolhas

A minha carteira é o meu mundo

18 Agosto, 2017 - 18:30

Já todos sabemos que o conteúdo da carteira das mulheres é um enigma para toda a gente. Para além do básico, que já é muito, há quem ainda leve xuxas e biberãos, quem ainda carregue uma chave de aparafusar, que usou para apertar uns parafusos na cozinha ou quem faça dela o ‘arquivador’ das contas por pagar. As carteiras das mulheres dariam para escrever romances mais complexos que uma novela de sucesso. As carteiras, para nós, são o nosso mundo. Guardam recordações, amores, problemas, alegrias e tristezas…para além de toda a outra tralha!

Por uma razão ou outra, às vezes vemo-nos obrigadas a reduzir a sua dimensão. Temos um casamento, ou uma festa em que apenas podemos levar uma ‘clutch’, vamos fazer desporto e só podemos carregar o mínimo indispensável, vamos a um concerto e na nossa carteira não ‘cabe’. Momentos difíceis resolvem-se com decisões nem sempre fáceis. O que colocamos na carteira se só pudermos transportar cinco objetos? Pensando bem, eu levava:

  • Uma pequeníssima garrafa de água. Não posso viver sem a minha água…
  • E porque a fome aperta quando menos esperamos, colocaria na minha carteira uma maçã ou frutos secos. Se não puder ser maçã fresca, é desidratada. São excelentes corta-fome…
  • O telemóvel. Aquela maravilha tecnológica que nos liga ao mundo e aos que mais gostamos…
  • As chaves. Nunca esquecer das chaves…
  • O meu cartão Universo, pois não vá eu precisar de comprar alguma coisa que desperte a minha atenção ou até fazer uma compra a pagar em 3 x…

E é assim. A lista só é pequena porque me obriguei a este difícil exercício. No meu dia-a-dia a minha carteira carrega muito mais. Até porque a minha carteira é o meu mundo.